quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Resenha "Eu estive aqui"


Resenha "Eu estive aqui"



         Título: Eu estive aqui
Autora: Gayle Forman
Editora: Arqueiro
Páginas: 240

Sinopse:
Quando sua melhor amiga, Meg, toma um frasco de veneno sozinha num quarto de motel, Cody fica chocada e arrasada. Ela e Meg compartilhavam tudo... Como podia não ter previsto aquilo, como não percebera nenhum sinal? A pedido dos pais de Meg, Cody viaja a Tacoma, onde a amiga fazia faculdade, para reunir seus pertences. Lá, acaba descobrindo muitas coisas que Meg não havia lhe contado. Conhece seus colegas de quarto, o tipo de pessoa com quem Cody nunca teria esbarrado em sua cidadezinha no fim do mundo. E conhece Ben McCallister, o guitarrista zombeteiro que se envolveu com Meg e tem os próprios segredos. Porém, sua maior descoberta ocorre quando recebe dos pais de Meg o notebook da melhor amiga. Vasculhando o computador, Cody dá de cara com um arquivo criptografado, impossível de abrir. Até que um colega nerd consegue desbloqueá-lo... e de repente tudo o que ela pensou que sabia sobre a morte de Meg é posto em dúvida. Eu estive aqui é Gayle Forman em sua melhor forma, uma história tensa, comovente e redentora que mostra que é possível seguir em frente mesmo diante de uma perda indescritível.






Cody, uma adolescente de 19 anos, iniciando a vida, tem sua rotina normal ao lado da sua melhor amiga Meg com quem tem o futuro todo planejado, principalmente a faculdade o sonho de finalmente mora juntas. Isso muda quando somente uma tem a oportunidade de ir, Meg ganhou uma bolsa na faculdade de outra cidade. Ela deixa Cody e vai mas torcendo para que um dia o sonho se torne realidade. 
Os meses que seguem afasta as meninas, as duas foram diminuindo o contato e suas vidas dando reviravoltas e a maior de todas foi o email que Meg escreveu para cody e a sua família :


SINTO MUITO INFORMAR QUE PRECISEI DAR FIM À MINHA PRÓPRIA VIDA. ESTOU ADIANDO ESTA DECISÃO HÁ MUITO TEMPO, E ELA É MINHA E DE MAIS NINGUÉM. SEI QUE ISSO LHE CAUSARÁ SOFRIMENTO, E LAMENTO QUE SEJA ASSIM, MAS SAIBA QUE EU PRECISAVA ACABAR COM A MINHA DOR. NÃO TEM NADA A VER COM VOCÊ, MAS TUDO A VER COMIGO. NÃO É CULPA SUA.” MEG 


Cody não consegue entender como sua melhor amiga tenha chegado a essa decisão, ela nunca tinha falado nada a respeito de sua vida está tão ruim assim que a única solução fosse a morte. Ela fica se sentido culpada por não ter notado nada que estava acontecendo.


  Cody vai visitar a família de Meg e eles pedem para que ela viaje para onde a amiga fazia faculdade e pegue seus pertences, cody não consegue recusa e acaba  indo. 
Quando chega lá, ela acaba fazendo amizade com os universitários que dividia a casa com Meg, e descobrindo várias coisa que nem fazia idéia que Meg, estava excluindo da sua vida, como o caso que ela com Ben, um  guitarrista lindo que pode ser um dos motivos que levaram a Meg, tirar sua vida. 


Cody se aproxima de Ben para descontar toda a raiva que estava sentindo, mas ela logo percebe que além de cafajeste lá no fundo ele nutria sentimentos por Meg. 
    Foi uma surpresa pra Cody, sabe que Meg, estava cuidando de dois gatinhos, eles não tinham onde ficar e Ben se ofereceu para cuidar deles e a partir da aí eles começaram uma relação de amizade.


Cody volta para a sua cidade e devolve os pertences e fica surpreendida com 
o presente que ganhou da família de Meg, o notebook que ela usava.
Então ela teve a idéia de tentar achar o motivo da morte de Meg através dos seus e-mails que estavam no notebook, quem procurar sempre acha e com ela não foi diferente, encontrou um arquivo criptografado. 
Cody foi atrás de um hacker amigo de Meg, para ajudar a entra no arquivo.
 E quando eles conseguem ela percebe que tem muita coisa por trás da morte de Meg.


Eu estive aqui é uma mistura de mistério, tragédia e romance, a história mostra ao leitor a coragem necessária para continuar vivendo após uma perde devastadora. 
Com a passar das páginas você vai ficando tensa e comovente mas ao chegar no final do livro ele mostra que é possível seguir em frente mesmo diante de uma perda indescritível.
 O livro é baseado em fatos reais mas a autora não chegou conhecer a inspiração de sua personagem.
É uma história com assuntos pesados como o suicídio e a depressão 
mas contada de uma forma leve.


2 comentários:

  1. que resenha mara e fotos tbm *-* , seguindo :*

    ResponderExcluir
  2. Oi! Adorei esse livro, e ele traz uma mensagem super importante. Ótima resenha! Bjos

    ResponderExcluir